Forno de Pizza a Gás de Cozinha

Depois que testes comprovaram que o sabor é o mesmo, muitas pizzarias estão optando por forno a gás de cozinha deixando para trás o bom e tradicional forno à lenha, até porque, para quem não sabe, uma pizza feita em um forno à lenha, apesar de convidativa, exige certos cuidados, bem pouco práticos.

Um forno a lenha, por exemplo, precisa ser construído com tijolos refratários e argamassa refratária, a escolha de um bom material é essencial já que trabalhadores, como o pizzaiolo, irão operar junto ao forno.

E precisam ter um mínimo de conforto térmico, para isso é preciso contar com materiais que isolem e reflitam o calor das brasas para dentro do forno novamente, deixando a atmosfera mais agradável do lado de fora.

E fora isso, o formato, a chaminé, tudo deve ser bem projetado, saindo, claro, bem mais caro do que ter um forno à gás de cozinha.

Vale considerar uma outra vantagem do forno a gás de cozinha, que é a possibilidade de regulagem exata para cada tipo de pizza, o resultado é um assamento perfeito!

Fora o gosto ser o mesmo, o gás de cozinha é um energético muito mais limpo, seguro e produtivo para o seu negócio.

Ok, mas e se eu já tiver um forno de pizzas iglu?

É possível converter o iglu para o uso de gás de cozinha?

Então, quem deseja se desfazer de seu forno à lenha, saiba que isso é possível, SIM! Converter um forno de pizzas iglu para o gás de cozinha é até bem fácil.

Com a simples instalação de um queimador industrial a gás de cozinha, é possível aproveitar o seu forno da sua pizzaria sem grandes reformas ou gastos.

Só é preciso é uma saída de instalação de gás próxima ao forno de pizzas iglu e isso o fornecedor que escolher poderá fazer depois que instalar o gás de cozinha na sua pizzaria, sempre respeitando as normas técnicas de segurança.

O processo é bem simples, basta furar a laje do forno em um dos cantos para a interligação, assim, qualquer forno é adaptável. O queimador é instalado no lastro por meio de um furo de apenas 9 centímetros no eixo da cúpula, para projetar melhor o calor.

E mais, os fornos são perfeitamente transportáveis caso você mude o layout da cozinha ou se instale em outro ponto comercial.

Tamanho deve ser considerado

O planejamento da cozinha de uma pizzaria, sem dúvida, é um dos grandes desafios de quem está abrindo o negócio, e geralmente, é um problema deixado por último. Não se deve, jamais, comprar um forno de pizza a gás de cozinha sem considerar as dimensões.

É preciso ter em mente que o espaço das cozinhas costuma ser pequeno e muitos estabelecimentos ainda precisam aumentar a equipe aos finais de semana para dar conta da alta da produção. Agora, imagine vários funcionários passando ao mesmo tempo, com pressa e se esbarrando, por isso, é preciso considerar uma boa circulação.

No entanto, não existe um espaço mínimo para instalar um forno, por exemplo, pizzarias com menor volume podem usar fornos iglu pequenos, de 1,10 m X 1,20m e operar perfeitamente bem, mas claro, considerando o espaço extra para circulação e manuseio do forno ao considerar o tamanho da sua equipe e o espaço da cozinha.

Tamanho não é documento

Vale saber que espaços pequenos podem ser muito bem aproveitados, sim!

Porém, é preciso levar o espaço em consideração antes de escolher seu forno e posicioná-lo adequadamente no ambiente.

Se puder contar com a ajuda de um arquiteto especialista, melhor ainda!

Tamanho do forno de pizza a gás de cozinha

Para quem se animou em ter um forno á gás em sua pizzaria, a boa notícia é que há diversos fabricantes de fornos a gás de cozinha e cada um deles possui uma gama diferente de equipamentos, de diferentes portes e dimensões para estabelecimentos de diferentes tamanhos.

Ou seja, se optar por um forno de pizza a gás de cozinha, saiba que sempre terá um modelo adequado para a sua produção e para o seu espaço.

E mais, há até modelos de fornos iglu transportáveis, que permitem que você altere o layout da cozinha e apenas mude o equipamento de lugar e no caso dos fornos de esteira, é mais fácil ainda.

Muitos têm até rodinhas que facilitam a movimentação na hora da limpeza. Você pode posicioná-los na melhor parte da cozinha.

Por tudo isso, o forno não deve ser a última coisa a ser pensada em uma pizzaria, muito pelo contrário, o forno deve ser escolhido com base no espaço, produtividade, durabilidade e resultado.

É preciso adaptar as receitas para o forno a gás de cozinha?

Bem, isso deve ficar a critério do pizzaiolo! Segundo especialistas, o sabor e produtividade das pizzas depende muito mais da qualidade dos ingredientes e o talento de quem prepara do que do uso de lenha ou gás de cozinha como combustível.

Porém, todos concordam que para se diferenciar no mercado, vale ter sempre um truque de preparo e uma nova receita para estar sempre surpreendendo!

Uma dica, de quem já passou pelo processo de mudar para um forno a gás de cozinha, é colocar um pouquinho a mais de açúcar para garantir que a massa fique mais douradinha, mais bonita, mas tudo é questão de paladar, o ideal é conhecer a preferência da clientela e tentar agradar á maioria dos clientes.