Como consultar o PIS 2018

Se você deseja saber, como consultar o PIS 2018, mas está confuso, fique tranquilo! Vamos orientá-lo aqui, como deverá proceder, para saber sobre seu direito ao benefício.

como consultar o pis 2018

É comum sempre surgirem dúvidas, nos trabalhadores, quanto aos seus direitos. Há casos, em que o tempo para requerer os benefícios, acaba findando, e o trabalhador se quer, fica sabendo que teria direito ao abono.

Afinal de contas, o que significa PIS?

O Programa de Integração Social ou PIS como é conhecido, é um dinheiro que é recolhido em forma de tributo. Quando um trabalhador tem sua carteira de trabalho assinada pela primeira vez, o empregador conveniado deverá cadastrar no RAIS o seu funcionário.

Entende-se que o PIS é um imposto pago, avaliado sobre o faturamento das empresas. Os empregados registrados por essas empresas, todos os anos, precisam ser alistados por meio de um documento por nome de RAIS, indicando o valor de seus salários.

Este dinheiro recolhido, tem função social, e retornarão ao trabalhador por ocasião do desemprego, por meio do pagamento do seguro desemprego, ou abonos, como é o caso de pessoas que recebem até dois salários mínimos, estando com carteira assinada.

Quem tem o direito de receber o PIS?

  • Trabalhadores que estiveram cadastrados no Programa de Integração Social (PIS) a pelo menos 5 anos.
  • Trabalhadores da iniciativa privada, que tiveram suas carteiras assinadas (Infelizmente as empregadas domésticas não possuem o direito de receberem o PIS).
  • Pessoas que trabalharam mais de 30 dias (o pagamento será proporcional ao tempo trabalhado).
  • Trabalhadores que receberam até dois salários mínimos, no máximo.
  • Tenha sido informado corretamente no RAIS do ano-base considerado.

Trabalhadores que recebem mais de 2 salários, não possuem direito a receber o abono salarial. E outra questão é, que depois da implantação do seguro desemprego, só quem já tinha fundos antes, é que tem algo a receber.

Com a lei que instituiu o Seguro desemprego, esse imposto pago pelas empresas, passaram a financiar esse benefício, do Seguro desemprego, não mais sendo possível a distribuição do capital.

Outra questão que mudou, é  a respeito de quem possui o capital, não pode mais sacar a totalidade dos fundos, para casamento ou construção, como era antigamente. Apenas em razão de aposentadoria, ou se passar por doenças graves, como Aids e câncer.

O que os trabalhadores recebem como 14º salário, são os juros da contribuição feita ante de 1988.  Vale a pena, você consultar sobre seus direitos, e atentar para a data de recebimento do seu PIS.

Quem possui fundos para receber junto ao PIS PASEP?

Aqueles trabalhadores de empresas públicas ou privadas, que estavam registrados até 1988, e não resgataram ainda o saldo total do PIS PASEP. Eles recebem os juros do que foi acumulado nos anos anteriores.

Quem foi registrado após 1988, já não tem fundos para ser resgatado.

Como consultar o PIS 2018?

Para consultar o PIS 2018 você pode procurar a Caixa Econômica Federal o agente operador do PIS, caso você tenha trabalhado em empresa de iniciativa privada. Lá eles o informarão sobre seu saldo, caso não haja sacado ainda.

Em se tratando de servidores públicos, nesse caso, receberão o PASEP, e terão que procurar pelos direitos, junto ao banco do Brasil.

Se você deseja saber qual a proporção que você receberá de acordo com o tempo que trabalhou é só acessar o site da Caixa Econômica Federal para realizar a consulta do o saldo do PIS 2018.

Você também poderá consultar o extrato do PIS, valores recebidos nos anos anteriores, atualizar seus dados, etc.

Onde sacar o PIS

O abono do PIS, Programa de Integração Social, poderá ser sacado na Caixa Econômica Federal, a qual é responsável pelo pagamento.

No caso da Caixa econômica, ela também possibilita que o saque do PIS seja efetuado por meio de casas lotéricas, espalhadas por todo Brasil.

Confira o calendário com as datas de pagamentos do PIS 2018:

Calendário de pagamento do PIS 2017-2018

4 coisas que você precisa saber sobre o PIS PASEP

1. Se você não sacar seus juros, na data indicada, não perde seu dinheiro. No entanto, ele fica acumulado, e só poderá recebê-lo, quando fizer o regate total. Nesse acaso, como dito acima, por ocasião de aposentadoria, ou doenças especiais.

2. Caso você esquecer ou perder seu número do PIS ou do PASEP, poderá receber informações por meio de seu CPF, indo até a caixa econômica federal, (Agente operador do PIS) ou se for o PASEP, recorra ao banco do Brasil.

3. Quem se responsabiliza pelo pagamento do Seguro desemprego, e abono do PIS, é o Ministério do Trabalho e Previdência Social, e não o fundo PIS PASEP.

4. O número do PIS, não é alterado, quando você deixa de ser funcionário de empresa privada, para se tornar funcionário público. Seu número de cadastro é o mesmo, desde a primeira vez que teve sua carteira assinada.

O que mudará se eu trocar de PIS para PASEP

O que muda, é a administração da conta individual. Pelo fato de ser a Caixa, que administra os dados de empresas privadas, quando o trabalhador passa a ser funcionário público, o Banco do Brasil é que irá operar. Nesse caso, não será mais o PIS, e sim o PASEP.

O mesmo se ocorrer o contrário. Um funcionário público, renunciar, e se tornar um empregado da iniciativa privada,o controle vai par a Caixa, e não será mais o PASEP, e sim o PIS.

Bom, paramos por aqui

Se essas informações foram uteis e te ajudaram, deixe seu comentário!   Caso tenham dúvidas com relação a como consultar o PIS 2018 que não ficaram claras, poderá entrar em contato conosco, e estaremos fazendo o possível para ajudá-lo!

Comente este artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *